A história da Aviões do Forró!

Relembre um pouco da trajetória de Xand Avião e Solange Almeida

Sua Música

Terça, 30/11/21 às 16:27
Atualizado em Terça, 30/11/21 às 16:29

COMPARTILHE:

No meio de 2002 surgia uma das maiores bandas da história do Forró Eletrônico, a Aviões do Forró. A banda surgiu ao lado de outros grupos que nasceram na mesma época com uma proposta um pouco diferente daquilo que vinha sendo tocado nos anos 90 e que hoje é conhecido como Forró das Antigas ou Forró Romântico. Nesta matéria nós vamos falar um pouco sobre a história do grupo cearense que passou por algumas fases e conquistou o Brasil.

- Mais notícias

Antes de falar sobre a banda, não podemos deixar de falar sobre seus vocalistas.

Xand Avião

José Alexandre da Silva Filho, ou simplesmente Xand Avião, nasceu na cidade de Itaú, no Rio Grande do Norte, em 24 de março de 1982. Ainda na infância ele pôde morar em outras duas cidades, Exu, em Pernambuco e Apodi, no Ceará. Foi em Exu que a veia forrozeira ficou mais forte no artista potiguar, já que lá ele teve a oportunidade única de acompanhar de perto o Rei do Baião Luiz Gonzaga, um dos ídolos do cantor. De acordo com algumas entrevistas, vendo Luiz, Xand decidiu que também queria viver de Forró.

Antes de trabalhar com música ele ainda foi locutor de rádio, até que recebeu um convite para cantar na Banda Estilo Musical. Depois foi convidado para integrar uma nova banda, a Aviões do Forró.

Solange Almeida

Solange Almeida é baiana e nasceu na cidade de Alagoinhas-BA. Conhecida por ter uma voz potente, ela canta profissionalmente desde os 12 anos, mas desde os cinco já gostava de soltar a voz. Antes de chegar a Aviões do Forró, ela passou por algumas bandas do Nordeste, onde fez sucesso pela região. Grupos como Show Terríveis, Banda G e Caviar com Rapadura tiveram a cantora baiana em seus vocais.

Em setembro de 2002 a cantora foi convidada para integrar a banda Aviões do Forró, lá ela mostrou uma qualidade vocal surpreendente, mas também superou muitos preconceitos, já que sofria com um problema em seu peso, algo que era visto com olhares maldosos entre algumas pessoas.

Solange Almeida e Xand Avião (Divulgação)

Mas e o começo da Aviões do Forró? A banda surgiu da ideia de um grupo de empresários da época. Alguns deles estavam insatisfeito com outros projetos que não haviam dado certo e resolveram montar uma nova banda, com uma pegada mais jovem, diferente do que se tinha na época.

O nome da banda, como muitos sabem, vem do termo que se usa para mulheres bonitas, que eram chamadas de "Avião", além de ser um nome simples e que sempre estava na boca do povo.

Um dos primeiros passos, obviamente, foi trazer os vocalistas. Um dos sócios da Aviões do Forró na época também era dono da Caviar com Rapadura, banda onde ela cantava e isso acabou facilitando a chegada da cantora, mas vale lembrar que ela fez testes ao lado de outras dez vocalistas que eram consideradas mais bonitas ou com maior desenvoltura no palco, mas acabou sendo a preferida, mesmo que a contragosto de algumas pessoas.

"Existia muita cobrança de que a cantora tinha que ser bonitona, gostosona, que fosse sensual. E eu fugia dos parâmetros disso, sofri muito preconceito, das pessoas olharem atravessado, ouvir piadinhas. Eu já estava cansada de tanto tentar. Aonde eu chego todo mundo diz que sou uma baita cantora, mas não consigo colher os frutos.", comentou Solange em um documentário da banda.

"Aviões foi um projeto de Deus. Ele foi acontecendo. A gente foi pegando o que víamos do passado com coisas novas, aproveitando o que víamos que agradava. A gente percebia que as pessoas já não queriam mais ficar em frente ao palco dançando, o Forró estava virando um show mesmo", comentou Isaias CD, empresário da banda, em uma entrevista sobre os 30 anos do Forró Eletrônico. "Antes as pessoas viam o Forró como uma coisa Brega e isso nós tiramos. O ballet não era vulgar, era sensual. Foi o Aviões que fez os artistas do Forró viraram artistas!", completou.

Xand Avião chegou a banda quase que por acaso. Acreditem, mas graças a um ônibus quebrado, ele acabou sendo contratado pelo grupo. É possível entender isso pelas palavras do próprio Isaias CDs:

"O primeiro cantor da Aviões foi o Felipão e na época em que eu era sócio do Gaviões do Forró, o ônibus tinha batido em Apodi-CE e eu fiquei esperando o guincho. Enquanto eu esperava, comprei um CD de uma banda chamada Estilo Musical, que tocava um Pé de Serra. O cantor era justamente o Xand, mas eu mal liguei e deixei o CD guardado no carro. Enquanto isso com Felipão e Solange a banda não 'tava' indo, o pessoal comparava Felipão com Gleydson e eu ficava chateado por falarem que era igual, até que um dia o tal CD do Estilo Musical caiu no chão do carro, eu peguei, ouvi e decidi: esse é o cantor. Eu tentei ligar para ele, mas não consegui, rodei tudo pela cidade e não consegui achar ele, até escutei uma rádio em que ele era o locutor, foi quando ele mesmo ligou e perguntou se era isso mesmo que eu queria, aí trouxemos ele para a banda.".

Escute abaixo Felipão ainda como cantor da Aviões

       ouvir música

E foi assim o surgimento da banda Aviões do Forró. Logo depois eles começaram a fazer um grande sucesso pela região e foi aí que tanto Solange, quanto Xand começaram a enfrentar um certo preconceito até mesmo do público. Como os próprios cantores e empresários da época falam, quando os artistas chegavam aos aeroportos ou nas cidades, muitos fãs esperavam uma aparência diferente e não dois "gordinhos", como eram chamados, isso acabava desanimando os próprios cantores, mas com um forte trabalho na parte musical, o tempo foi passando e as atenções ficavam cada vez mais voltadas para o talento dos artistas, seja a desenvoltura de Xand ou a bela voz de Solange.

Um dos diferenciais da banda em seu início era justamente uma pegada mais moderna ao mesmo tempo em que também misturava coisas como o vanerão da Brasas do Forró, o Pé de Serra e o Forró Romântico, mas um dos primeiros sucessos do grupo veio de uma música de duplo sentido, que também foi sucesso com a Caviar com Rapadura na época, a faixa Não é nada disso.

Foi na época que se seguiu que a internet foi ficando mais forte e com ela veio também a pirataria. O empresário Isaias CDs teve uma ideia que movimentou não só a sua banda, mas todo o mercado do Forró, que era entregar os CDs diretamente aos pirateiros que vendiam nas ruas, pois o que ele perderia na venda de CDs seria revertido em bilheteria dos shows.

Nos anos seguintes a banda começou a crescer e fazer aparições em rede nacional, numa época onde a televisão era ainda mais forte do que nos dias atuais. Participaram de programas como o Fantástico, Programa da Hebe, Central da Periferia e muito mais. Tudo isso coincidiu com os lançamentos dos CDs 3, 4 e 5, alguns dos mais lembrados até os dias atuais pelos fãs. Confira abaixo alguns dos sucessos dessa época.

Tontos e loucos

Coração

Esta última música, Coração, composição de Dorgival Dantas, foi um dos primeiros grandes sucessos da banda, que ultrapassou as fronteiras do Nordeste e alcançou pessoas em todo o Brasil. A música deu uma verdadeira virada na história da banda, que começou a se tornar um grupo nacional.

Foi também nessa época que a banda gravou o primeiro DVD oficial, no Ceará.

Nos anos seguintes a banda seguiu sendo uma das maiores do país, mas não apenas no Forró. O grupo era destaque em listas nacionais de artistas mais tocados. A banda conseguiu emplacar músicas em novelas da Rede Globo, recebeu premiações como Disco de Ouro, fez turnês pela Europa e chegou a fazer uma parceria no Carnaval do Rio de Janeiro, com Escola de Samba Grande Rio. Eles gravaram duas músicas com uma pegada de samba. Confira abaixo!

Um outro momento marcante da banda aconteceu em 2016, com o lançamento da festa Aviões Fantasy, que iria comemorar o aniversário da banda e como o nome já diz, todos iam fantasiados. Ela aconteceu em Fortaleza-CE e foi um verdadeiro sucesso, tendo um trecho transmitido ao vivo pelo Fantástico.

Ainda em 2016 a banda também anunciou o fim do seu ballet, algo característico e que até deu nome ao grupo. De acordo com os empresários, a ideia era dar mais destaque ao artista, deixar o palco mais livre.

No final do mesmo ano, outra notícia deixou os milhões de fãs da banda em choque, a cantora Solange Almeida anunciou sua saída para o ano seguinte e após realizar shows com a banda em 2017, ela deixou o grupo para os eu projeto solo.

Foi aí que a Aviões teve mais uma reformulação, inclusive deixando de usar o nome Aviões do Forró para ficar apenas como Aviões.

A banda seguiu com novos sucessos e novos integrantes, já que músicos que faziam parte da banda, como Riquelme, também acabaram seguindo a cantora em sua saída. Ainda assim, a Aviões teve uma repaginada e alcançou sucessos nos dois anos seguintes, até o ano de 2018, quando ele adotou de vez o nome Xand Avião em carreira solo.

Depois cada um dos artistas seguiu seu próprio caminho, mas o legado da Aviões do Forró permanece, já que ela foi uma das bandas que fizeram o Forró se transformar nos anos 2000. Vale lembrar que a Aviões foi uma das poucas bandas que após chegar ao auge, continuou lá por todos os anos que vieram a seguir, assim como seus integrantes que até os dias atuais têm um nome conhecido em todo o Brasil.

(Divulgação)

Tags: Xand AviãoForró
Xand Avião