Como conseguir a liberação de música para gravar?

Dicas essenciais para você não ter prejuízos!

Sua Música Digital

Quarta, 01/06/22 às 11:54
Atualizado em Quinta, 02/06/22 às 10:38

COMPARTILHE:

Imagine que você, artista, gostou de uma música e sentiu vontade de gravar ela para distribuir nas plataformas digitais. Para isso, você precisa da liberação de obra, feita pelo compositor ou pela editora responsável. Quando você regrava uma música sem a liberação, corre o risco de responder judicialmente pelo desrespeito aos direitos autorais, o que além da dor de cabeça, pode resultar em prejuízo financeiro.

Como saber quem detém a autorização da música?

O primeiro passo para conseguir a autorização é identificar o autor ou os autores da obra. Para isso, existem sites para consulta, como o Ecad, a Abramus e a UBC, que disponibilizam as informações, mesmo que a obra seja internacional.

Como conseguir essa autorização?

Com o apoio da editora, é possível solicitar a liberação enviando os seus dados, as informações do seu projeto e omodo de distribuição.

Na maioria das vezes, ocorre uma cobrança, e a UBEM (União Brasileira de Editoras de Música) é quem estabelece diretrizes e/ou orientações para esses casos.

Caso não tenha uma editora, é preciso contatar diretamente o autor ou compositor (muitas vezes por rede social) e explicar a situação. Dessa forma, ele pode orientar o que fazer.

Quais são os tipos de autorização?

Nos últimos anos, o compositor passou a seguir um passo a passo quando compõe uma obra. Depois da música pronta, o compositor ou a sua editora apresenta aos artistas. O artista que se interessar pela música entra em contato com o compositor ou com sua editora e pede uma liberação para a gravação da música.

Porém, o cantor pode pedir a exclusividade sobre a música, dando o direito de somente ele gravar essa composição além de ter a possibilidade de negociar com o compositor da obra um período de tempo em que ele se torna o único a ter o direito de incluir a música em um disco e trabalhá-la.

Observação: Isso não impede que a música seja executada em shows por outros artistas, mas impede que ela seja gravada e distribuída nas plataformas digitais.

Então se você, artista, quer garantir que uma música seja apenas sua, não tem jeito: você TEM que pagar pela exclusividade.

Por que devo ter a liberação da obra?

A partir do momento que o autor tem o direito da obra, ele detém o poder sobre ela. Por isso, caso você grave sem essa liberação, o autor ou distribuidora pode barrar esse lançamento e ele vai sair das plataformas digitais, fazendo com que você corra o risco de perder o investimento feito no trabalho até então.

Temas como esses são essenciais para que você fique por dentro dos seus direitos e opções como cantor e compositor, então siga o perfil do Sua Música Digital para não perder os novos conteúdos!

Tags: Variados