'Eu não aguentava mais', diz Felipão sobre saída do Forró Moral

Cantor disse que passou três anos "brigando" na banda

Sua Música

Segunda, 17/01/22 às 17:40

COMPARTILHE:

O cantor Felipão fez muito sucesso nos anos 2000 quando estava a frente do Forró Moral, banda que para muitos era considerada uma das principais da época e que vinha causando uma grande repercussão por todo o Nordeste. Com o tempo, o cantor saiu do grupo e todas as histórias sobre sua saída tratavam de polêmicas, mas muitas vezes mal esclarecidas. Ele participou do podcast Cunversa é Essa, de Arlindo Orlando, e falou sobre a situação.

- Mais notícias

De acordo com o cantor, ele havia combinado com seus dois irmãos e seu pai que cada um deles teria 25% da banda, além de um salário de cantor do próprio Felipão e enquanto a banda não estava lucrando muito, ele ganharia um salário de R$ 1200 por mês, mas isso aconteceu durante um ano inteiro.

Nas palavras de Felipão, ele passou um ano com esse salário e quando cobrou para os irmãos, eles resolveram aumentar para R$ 10 mil, mas ainda estava insatisfeito, pois fazia cerca de 28 shows por mês, em praticamente todos os dias, sem receber sua participação nos lucros do grupo. Até o momento em que resolveu sair. Em vídeo ele explicou tudo que aconteceu na época, assista abaixo!

Clique aqui para mais notícias do mundo da música

Tags: FelipãoForró
Felipão