Por que sinalizar sua música com “conteúdo explícito”?

Saiba como enviar corretamente seu lançamento

Sua Música Digital

Quarta, 22/06/22 às 15:41

COMPARTILHE:

Já viu alguma música nas plataformas digitais com uma letra E ao lado do título? Isso se deve ao termo “Parental Advisory Explicit Content” (Aviso de Conteúdo Explícito aos Pais, em tradução livre) . Essa classificação foi criada em 1985 pela Associação da Indústria Fonográfica dos Estados Unidos, para ser um aviso de que a música com o símbolo tem linguagem inapropriada para crianças.

E o que seria linguagem inapropriada?

- Uso de palavrões;
- Incentivo ao uso de drogas e bebidas alcoólicas;
- Conteúdos sexuais;
- Referência a violência física ou mental e abuso;

Se você trabalha com música e distribui com a Sua Música Digital, deve sinalizar no formulário de distribuição se o trabalho enviado possui conteúdo explícito. Caso o lançamento seja enviado sem a sinalização, as plataformas também podem fazer esse reconhecimento.

Mas fique sempre atento, já que a falta de sinalização pode atrapalhar lançamentos futuros e até resultar em punições legais dependendo do país. Por exemplo, lançamentos explícitos não chegam em países como Belarus, Burkina Faso, Índia, Nepal e Uzbequistão.

Por isso, é essencial que você, artista, avise a sua distribuidora caso trabalhe com conteúdo explícito. Além disso, uma alternativa para deixar sua música inclusiva para todas as idades é lançar dois formatos, com e sem linguagem imprópria, o que é uma prática comum, sobretudo para músicas que tocam nas mídias tradicionais (rádio e TV).

Tags: Variados